Vacinação contra a febre aftosa começa no dia 1º de maio e vai até o dia 31 e é obrigatória

Vacinação contra a febre aftosa começa no dia 1º de maio e vai até o dia 31 e é obrigatória
03/05/2021

A febre aftosa é uma doença viral que provoca feridas na boca e nas patas de animais como bovinos, suínos, ovinos e caprinos. A febre aftosa é uma zoonose que afeta principalmente bovinos, suínos, ovinos e caprinos

 

Tem início no dia 1° de maio a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no estado de São Paulo quando deverão ser vacinados 10,5 milhões de bovídeos (bovinos e bubalinos) de todas as idades. A vacinação de outros animais é proibida.

Febre aftosa é uma doença infecciosa aguda que causa febre, seguida pelo aparecimento de vesículas (aftas) – principalmente na boca e nos pés de animais de casco fendido. A doença é causada por um vírus do qual existem 7 tipos, que produzem sinais clínicos similares. A declaração da vacinação deve ser realizada, de preferência, por meio eletrônico, através do sistema informatizado Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave), em www.gedave.sp.gov.br. Quando não for possível, o produtor poderá acessar a declaração na internet, preencher e encaminhá-la por e-mail. A data limite para entrega da declaração da vacinação é 07 de junho de 2021. Em último caso, o produtor poderá entrar em contato com as regionais através dos telefones e endereços eletrônicos disponíveis no site da coordenadoria – www.defesa.agricultura.sp.gov.br – para verificar a melhor forma de realizar a declaração.