Unidade de Atendimento de Reintegração Social é inaugurada em Sertãozinho

Unidade de Atendimento de Reintegração Social é inaugurada em Sertãozinho
06/11/2019

Aconteceu, na manhã de hoje, dia 29, a Cerimônia de Inauguração da Unidade de Atendimento de Reintegração Social – uma parceria entre o Governo do Estado, a Prefeitura Municipal e o Poder Judiciário de Sertãozinho.

No ato, estavam presentes o prefeito Zezinho Gimenez; o vice-prefeito, Nilton César Teixeira (Niltinho); o secretário de estado da Secretaria de Administração Penitenciária, Nivaldo César Restivo; o juiz de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Sertãozinho, Angel Tomas Castroviejo; o coordenador de Reintegração Social e Cidadania, Mauro Rogério Bitencourt; a secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, Tatiane Cristina Pereira Guidoni Gimenez; o presidente da Câmara Municipal de Sertãozinho, Lúcio Martins de Freitas; e demais autoridades do Executivo, Legislativo, Judiciário e Ministério Público.

O secretário de estado da Secretaria de Administração Penitenciária, Nivaldo César Restivo falou sobre a importância da unidade. “Essa é a 81ª unidade de reintegração no Estado de São Paulo, e estamos muito felizes de que seja aqui em Sertãozinho. Desde que entrei na cidade fiquei admirado. Vejo que é realmente uma cidade bem cuidada. Sei que esse serviço social tem uma importância muito grande, pelo aprimoramento de um trabalho que, na prática, já existia, mas, agora, contará com todo um acompanhamento social para a reintegração daqueles que tiverem delitos considerados de baixo potencial ofensivo”, contou.

O prefeito Zezinho Gimenez aproveitou a oportunidade e também fez algumas colocações. “Sertãozinho é uma cidade que está cada vez mais em crescimento. Quando aconteceu a crise econômica, nossa cidade foi uma das que foram mais afetadas, com muitas pessoas desempregadas e, em decorrência disso, é possível perceber alterações nos índices de delitos. Mas, hoje, podemos dizer que Sertãozinho evoluiu muito, e tenho certeza que este serviço de reintegração social será de grande valia para a sociedade”, disse.

Após os discursos, as autoridades fizeram o descerramento da placa inaugural e seguiram para conhecer o espaço.

 

Sobre a Unidade de Reintegração Social

 

A Unidade de Atendimento de Reintegração Social recém-inaugurada é onde passa a operar o Programa de Penas e Medidas Alternativas no município de Sertãozinho.

A Administração Municipal investiu cerca de R$ 112 mil em recurso próprio, para revitalizar um prédio da municipalidade, o qual foi cedido ao Estado para abrigar o serviço.

O “Programa de Penas e Medidas Alternativas” teve início em 1997 e cadastrou mais de 186 mil pessoas condenadas pelo Judiciário para prestação de serviços comunitários.

Desde 2015, aproximadamente, foram distribuídos 465 processos para cumprimento de Penas Alternativas pela Comarca de Sertãozinho (Sertãozinho, Dumont e Barrinha).

Atualmente, cerca de 107 pessoas cumprem a pena de prestação de serviços apenas nos setores da Prefeitura de Sertãozinho.

É importante pontuar que, o índice de reinclusão no programa é de apenas 3,4%, e o custo por apenado nessa modalidade é, em média, de R$ 26,49, o que demonstra a eficácia e o valor pedagógico da aplicação das penas alternativas.

A Unidade de Atendimento de Reintegração Social fica localizada à rua Francisco Pinoti, 28 - Shangri-lá. (Departamento de Comunicação PMS)