Sertãozinho é finalista em Olimpíada de Língua Portuguesa

Sertãozinho é finalista em Olimpíada de Língua Portuguesa
29/11/2019

A rede municipal de ensino traz mais uma conquista para Sertãozinho! É a medalha de prata na Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP), na categoria Poemas. A finalista é a aluna do 5º ano do Ensino Fundamental da EMEIF “Prefeita Maria Neli Mussa Tonielo”, Emanuelly Araújo de Oliveira, de 11 anos, que escreveu o poema “O conto dos quatro cantos”, sob a orientação da professora de Língua Portuguesa, Cláudia da Silva Gomes Sicchieri. A prata já está garantida para nosso município e, em dezembro, saberemos para quem vão ganhar as medalhas de ouro da OLP.

“Essa conquista foi resultado de um trabalho realizado durante o 1º semestre deste ano. Os professores receberam orientação para trabalhar o tema e no final do semestre os alunos do 5º ano produziram um poema”, expõe a professora Cláudia.

Ela explica que houve várias etapas de seleção, sendo que todas elas contaram com uma banca examinadora: escolar, municipal, estadual e a semifinal, na qual o poema de Emanuelly foi selecionado entre 65 textos de alunos das 5 regiões do Brasil. “A semifinal aconteceu em São Paulo, no dia 6 de novembro. No evento, 20 alunos e seus respectivos professores foram premiados com medalhas de prata. Agora, vamos concorrer ao ouro no dia 9 dezembro”, comemora a professora. Serão contemplados 4 poemas.

Nos dois dias que antecederam a premiação, alunos e professores tiveram oficinas e palestras, fizeram uma visita ao Museu Catavento e participaram de um sarau e de compra de livros, tudo custeado pela organização da Olimpíada.

"A Emanuelly é uma aluna muito dedicada, uma menina com uma sensibilidade incrível. Ela tem um traquejo muito grande com a poesia, que chega a encantar. Em seu poema, ela narra dentro dos quatro cantos de seu quarto todos os pontos turísticos de Sertãozinho. É simplesmente lindo!", elogia a professora Cláudia. 

A estudante comemorou com muita alegria a conquista da medalha de prata. “Quando eu soube que meu poema tinha sido escolhido fiquei muito feliz, pois eu senti que o meu sonho tinha sido realizado”. E revela, com doçura de criança e intelectualidade de adulto: “eu me inspiro muito em Rubem Alves e Fernando Pessoa”.

Para a professora Cláudia, “é possível despertar nos alunos a vontade de transformar vivências em emoções, palavras, textos... É possível enxergar além do que se vê; é possível turmas de periferia relegadas à sua própria cultura, enxergarem, a partir de sua realidade, novas e inúmeras possibilidades”.

A secretária de Educação, Otávia Alexandrina Portugal Assumpção, comemora: “essa é mais uma conquista compartilhada e comemorada por toda a rede municipal de ensino! O trabalho sério e efetivo que a Educação sertanezina faz em todas as escolas municipais, minimiza barreiras sociais, econômicas ou sociais, e possibilita as mesmas oportunidades a todos os alunos”.

 

 

Estímulo à leitura e à escrita

 

A Olimpíada de Língua Portuguesa “Escrevendo o Futuro” busca estimular os alunos da escola pública a se interessarem mais pela leitura e a escreverem melhor. Professores e alunos realizam oficinas de escrita e leitura, a partir de material pedagógico distribuído aos professores inscritos.

Realizado bianualmente em âmbito nacional, pelo Ministério da Educação, em parceria com a Fundação Itaú Social e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), o concurso procura contribuir para a melhoria da qualidade de ensino e para o aperfeiçoamento da escrita dos alunos participantes. São cinco categorias conforme a etapa escolar do aluno participante: Poemas (5º ano), Memórias Literárias (6º e 7º anos), Crônicas (8º e 9º anos), Documentário (1º e 2º anos do Ensino Médio) e Artigo de Opinião (3º ano do Ensino Médio).

Esta é a segunda vez que uma aluna da Escola Neli Tonielo é medalhista na Olímpiada de Língua Portuguesa. Em 2014, também na categoria Poemas, Ana Paula Pereira dos Santos recebeu a medalha de bronze, orientada pela professora Maria Aparecida Carvalho da Silva que, em 2019, orientou para o concurso “EPTV na Escola”, a aluna Júlia Fernanda Luiz dos Santos Oliveira, classificada em segundo lugar.

Parabéns à aluna Emanuelly, à professora Cláudia e a toda equipe - docente e gestora – da EMEIF “Prefeita Maria Neli Mussa Tonielo”, conduzida pela diretora Cássia Regina Portugal dos Santos. (Departamento de Comunicação PMS)

 

A seguir o premiado poema:

 

O conto dos quatro cantos

 

Diante do meu minúsculo quarto

Por uma janela pequenina

Avisto desenhos no céu

Com meu olhar de menina.

 

Nesse momento...

A rua está calma

O balanço do vento

Nas folhas das árvores

Tranquiliza a minh’alma

 

Um sentimento profundo

me transporta, me faz viajar

E neste instante de sonho

Pela cidade vou passear

 

As histórias por cá

Aos quatro cantos se conta

Não esquecerei jamais...

Começou na pequena capela

E hoje,

Tem a grandeza dos canaviais

 

Com seus braços abertos

Recebendo o sol reluzente

O olhar do Cristo Salvador

Acolhe toda essa gente

 

De pés descalços pela Terra

No museu que guarda tesouro

Andejo sobre histórias do passado

E o nascimento do verde ouro

 

Transponho-me no tempo

A um canto mais distante

Que como teia, entrelaçado

Une as indústrias de hoje

Aos trabalhadores do passado

 

Sertãozinho,

Ao ouvir me parece pequena

Ao olhar, imensa

Mas algo me diz...

O seu tamanho é o mesmo

Que o sonho,

Desta poeta aprendiz.