Sertãozinho conquista Selo Intermediário de “Município Amigo do Idoso”

Sertãozinho conquista Selo Intermediário de “Município Amigo do Idoso”
21/05/2019

 

Sertãozinho é um município bastante engajado em movimentos que promovam políticas públicas para pessoas acima de 60 anos. Tanto é que conquistou o Selo Intermediário de “Município Amigo do Idoso”, conferido pelo Governo Estadual, através do Programa São Paulo Amigo do Idoso, sendo uma das primeiras cidades da região de Ribeirão Preto a conquistá-lo.

O reconhecimento veio após a comprovação do cumprimento de exigências do Programa pela Comissão Intersecretarial do Programa São Paulo Amigo do Idoso e do Conselho Municipal do Idoso.

São três ações obrigatórias:

  1. Cadastrar idosos no CadÚnico;
  2. Realizar ações de saúde bucal para idosos;
  3. Desenvolver ações para ampliar a cobertura dos idosos que têm direito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Entre as 30 ações eletivas disponibilizadas pelo Governo Estadual, nosso município escolheu três:

  1. Elaborar / adaptar o Código de Obras às Normas da ABNT e ao Desenho Universal;
  2. Cadastrar os Idosos nas Unidades Básicas de Saúde com identificação de suas necessidades de saúde;
  3. Integrar atendimentos dos serviços do SUS e do SUAS para o idoso (Centro de Convivência, Centro Dia e Instituições de Longa Permanência).

Além dessas ações eletivas, Sertãozinho já aplicava duas das 30 preconizadas pelo Programa: realizar fiscalização de instituições de longa permanência de idosos pela Vigilância Sanitária e ampliar o grau de adequação; e aplicar a meia-entrada aos idosos nos pontos turísticos do município.

A secretária de Assistência Social e Cidadania, Tatiane Cristina Pereira Guidoni, comemora: “ficamos felizes com a conquista, que foi resultado de esforços de vários profissionais do Social, atendendo às determinações do programa, e, assim, realizando ações que foram positivas não somente para o programa, mas, principalmente, para a turma da melhor idade, que foi e é beneficiada”, comemora.

O próximo passo é atingir o último grau do programa: o Selo Pleno. Para consegui-lo, serão necessárias ações na área da educação.

Além das ações mencionadas, os primeiros meses de 2019 foram de intensa movimentação no que diz respeito às políticas públicas dos idosos em Sertãozinho, como a primeira Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, realizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa em parceria com a Secretaria de Assistência Social, Fundo Social de Solidariedade e Comissão Intersecretarial do Programa São Paulo Amigo do Idoso.

Durante os meses de janeiro e fevereiro, foram realizadas as pré-conferências em todas as regiões da cidade e no distrito de Cruz das Posses, discutindo as mais diversas questões pertinentes às pessoas idosas. A Conferência final, que reuniu mais de 200 idosos no mês de março, deliberou sobre os 4 eixos temáticos propostos em nível nacional.

Os presentes na etapa final da Conferência elegeram como Delegada Titular a senhora Maria Jacinta de Resende Borges, que representará Sertãozinho na etapa Estadual. Maria Jacinta tem 68 anos, é usuária do CCI, professora aposentada e representante da sociedade civil. Roberto Fessini foi eleito delegado suplente.

“É de grande relevância para a administração púbica, que tenhamos conferências para nos auxiliar no sentido de termos indicações e sugestões da sociedade civil, para, em conjunto com o Poder Público, organizarmos ações efetivas aos munícipes assistidos nas diversas áreas; e no caso da conferência do idoso, contribuir para que coloquemos em prática o que realmente se faz necessário, para que todos tenham uma qualidade de vida melhor”, declara Tatiane Guidoni.

Enquanto o município aguarda agenda do governo estadual para a entrega do Selo Intermediário do Programa São Paulo Amigo do Idoso, o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa continua trabalhando a todo vapor, e os Delegados eleitos estão se preparando para representar nossa cidade na Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, que acontecerá de 5 a 7 de agosto, na capital paulista. “É uma soma de esforços para que indiquemos ações que possam contemplar positivamente os cidadãos, de forma que tenhamos políticas públicas efetivas e que tenham peso não somente em nossa cidade, como em todo o Estado e também no âmbito nacional”, finaliza Tatiane. (Departamento de Comunicação PMS)

 

CASAR IMAGEM COM TEXTO – SEM LEGENDA