SAÚDE - Campanha de Vacinação Contra a Raiva começa no dia 04 de agosto

SAÚDE - Campanha de Vacinação Contra a Raiva começa no dia 04 de agosto
31/07/2018

Atenção, amigo leitor! Se você é proprietário de cães e/ou gatos, esta informação certamente é de seu interesse: a partir do dia 04 de agosto, a Prefeitura de Sertãozinho, através da Secretaria Municipal de Saúde / Núcleo de Controle de Zoonoses, dará início à Campanha de Vacinação Contra a Raiva Animal de 2018.

Segundo informações do órgão responsável, a atividade será setorizada, seguindo o mesmo modelo adotado no ano passado, com datas específicas para cada região da cidade e do distrito de Cruz das Posses.

Assim, todos os cães e gatos, a partir de 3 meses de vida, devem ser vacinados, inclusive as fêmeas recém-paridas. A atividade começa no dia 04 de agosto, sábado, das 8h às 15h30, contemplando os seguintes pontos de vacinação:

 

  • Conjunto Habitacional Aragão I e II - Jardim Santa Clara
  • UBS “Jaime Bonifácio da Silva” – Jardim Santa Rosa II
  • Estacionamento do Supermercado Paraíso - Jardim Santa Bárbara
  • M.E.I. “Profª Éden Ambrósio” – Jardim Santa Adélia
  • M.E.F. “Waldomiro Gomes” - Conj. Hab. Antônio Costa Patrão (Cohab 4)
  • UBS “Olívia Mendes Mossin” – Jardim Jamaica
  • Praça “Juvenal Fernandes” - Shangri-lá
  • M.E.F. “Maria Aparecida Ortolan Bellini” - Jardim Nassim Mamed
  • Núcleo de Controle de Zoonoses - Jardim Itapuã
  • UPA - Jardim Grande Aliança

 

É importante ressaltar que os animais devem ser levados para vacinação com guia, coleira e os mais agressivos, com focinheiras; gatos devem ser mantidos em caixas de transporte. “Também aproveitamos para destacar que, preferencialmente, os animais sejam conduzidos por um adulto responsável e nunca por menores, por uma questão de segurança para os demais proprietários e animais presentes nos locais”, destaca o diretor do Núcleo de Zoonoses, Dr. André Luís Giovanini Lovato.

A Campanha de Vacinação Antirrábica seguirá até o dia 1º de setembro.

Vale lembrar - A raiva animal é uma zoonose e, portanto, também pode afetar os seres humanos.  A doença é fatal em praticamente 100% dos casos e, por isso, a importância de manter os animais vacinados anualmente. (Departamento de Comunicação PMS)