Prefeitura de Sertãozinho tem contas de 2016 aprovadas pelo Tribunal do Estado de São Paulo

Em destaque: o prefeito de Sertãozinho, Zezinho Gimenez – 12 anos de contas aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo
29/01/2019

No último dia 17, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) divulgou seu parecer favorável à aprovação das contas do município de Sertãozinho, referente ao exercício de 2016. A decisão data de 19 de dezembro passado, porém, só foi anunciada na última semana.

No parecer, assinado pelo presidente e relator do TCE-SP, Antônio Roque Citadini, “a Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo decidiu emitir parecer favorável à aprovação das contas da Prefeitura Municipal de Sertãozinho, exercício de 2016”. A decisão se refere ao último ano do terceiro mandato do prefeito Zezinho Gimenez à frente do Executivo Municipal.

De acordo com a procuradora-geral do município, Gislaine Mazer, a aprovação emitida pelo Tribunal de Contas é de extrema importância. “Trata-se do órgão máximo no âmbito da fiscalização de todos os municípios do Estado e da conduta de seus gestores. Suas análises são profundas nas áreas contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial. Felizmente, mais uma vez, nosso município conquistou o parecer favorável, em função da responsabilidade na execução orçamentária e na aplicação dos recursos”, analisou.

Assim, encerra-se o ciclo de avaliação das contas da terceira gestão do prefeito Zezinho Gimenez, com quatro anos de pareceres favoráveis por parte do TCE-SP. “É preciso lembrar que, em todas as suas gestões à frente do município, o prefeito Zezinho Gimenez sempre teve pareceres favoráveis às suas contas, as quais foram aprovadas, posteriormente, pela Câmara Municipal. Podemos afirmar que, isso é resultado de um trabalho sério e transparente, e, principalmente, do respeito à legislação”, acrescentou o secretário municipal da Casa Civil, Heraldo Luiz Dalmazo.

Ao saber do resultado da avaliação do Tribunal de Contas, o prefeito Zezinho Gimenez mencionou o grau de responsabilidade que envolve a aprovação da conduta de um gestor público pelo órgão. “As análises feitas pelo TCE-SP são minuciosas e, muito mais do que avaliar números, elas analisam a conduta do gestor público, que é o responsável direto e legal por tudo que é feito no âmbito da Administração de um município. Portanto, ter as contas aprovadas pelo TCE é uma honra, e me dá a sensação de dever cumprido, no que diz respeito às decisões tomadas na aplicação dos recursos dentro do município e do distrito de Cruz das Posses. A austeridade na administração de nossa cidade sempre foi uma marca da minha atuação enquanto gestor, e é algo que cobro das minhas equipes de trabalho. Acredito que esse seja um fator muito importante para que nosso município seja referência estadual e nacional em várias áreas, além de ser o orgulho de nossa população”, afirmou.

Ainda de acordo com a Secretaria da Casa Civil, o próximo passo é a aprovação das contas na Câmara Municipal, o que ainda não tem data definida para acontecer. (Departamento de Comunicação da PMS)