Plano SP: Governo confirma Sertãozinho na fase amarela

Plano SP: Governo confirma Sertãozinho na fase amarela
10/08/2020

Da Redação

O governador João Doria (PSDB) confirmou ontem sexta-feira (7) o avanço das 26 cidades da região de Ribeirão Preto - Diretoria Regional de Saúde 13 - para a fase amarela, terceira etapa do Plano São Paulo.
Com a mudança de fase, será permitida a reabertura de lojas, shoppings e galerias, concessionárias de veículos, escritórios, bares e restaurantes, salões de beleza e academias a partir deste sábado (8).
Segundo o estado, na DRS 13 houve um aumento de 6,8 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por 100 mil habitantes para 22,8 vagas. Com isso, nos dados apresentados na sexta-feira, a taxa de ocupação para pacientes em estado grave com a Covid-19 era de 72,5%.
É importante destacar que o Plano São Paulo está em vigor desde o dia 1º de junho. O plano criado pelo Governo do Estado de São Paulo prevê uma “retomada consciente” das atividades em cinco etapas de flexibilização gradual.
Cada uma das 17 diretorias regionais de saúde é classificada em fases de acordo com os critérios definidos pela Secretaria de Estado Saúde e pelo Comitê de Contingência para Coronavírus.
O mapa elaborado pela equipe estabelece as diretrizes a serem cumpridas pelos municípios nas próximas duas semanas com base em ocupação de leitos de UTI (peso 4 na avaliação), taxa de ocupação de leitos para cada 100 mil habitantes (peso 1 na avaliação), variação de casos (peso 1 na avaliação), variação de internações (peso 3 na avaliação) e variação de óbitos (peso 1 na avaliação), sendo a fase 1, vermelha, de alerta máximo, funcionamento permitido somente aos serviços essenciais; fase 2, laranja, de controle, possibilidade de aberturas com restrições; fase 3, amarela, de abertura de um número maior de setores; fase 4, verde, de abertura de um número maior de setores em relação à fase 3; fase 5, azul, "Normal controlado", onde todos os setores em funcionamento, mas mantendo medidas de distanciamento e higiene.
É importante destacar que depende da conscientização das pessoas e dos cuidados em relação a propagação da COVID-19 para que a cidade se mantenha dentro dos padrões e não venha a cair de fase como já foi registrado em outras cidades da região. (Com informações do Governo do Estado de São Paulo)