OFICIALIZADA - Jaboticabal agora é capital paulista do amendoim

OFICIALIZADA - Jaboticabal agora é capital paulista do amendoim
24/01/2018

Responsável por cerca de um quarto da produção nacional de amendoim, a cidade de Jaboticabal foi oficializada a capital estadual da leguminosa, por meio da Lei n° 16.640. O título foi entregue na sexta-feira 12 pelo governador Geraldo Alckmin e o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, ao prefeito do município, José Carlos Hori, em reunião no Palácio dos Bandeirantes. Também participaram da reunião o presidente da Cooperativa Agroindustrial (Coplana), José Antonio de Souza Rossato Junior, e o deputado estadual Marcos Vinholi, autor do projeto que originou a lei.“O amendoim é um alimento de qualidade, saboroso, importante para a alternância do uso do solo, e  traz emprego, renda,  desenvolvimento e saúde à população”, afirmou o governador.

Arnaldo Jardim destacou que a iniciativa do governador não se refere apenas a conceder uma denominação à cidade, mas beneficia toda a cadeia produtiva do amendoim, agregando valor e criando oportunidades para a atividade. “A cultura do amendoim em Jaboticabal tem o sentido de complementar renda ao produtor rural na entressafra da cana-de-açúcar, e o reconhecimento de Jaboticabal no topo desta cadeia sinaliza o Brasil, que já é referência de produção agropecuária e pode ser ainda mais, como produtor de alimentos de qualidade ao mundo”, avaliou o secretário.

De acordo com o Instituto de Economia Agrícola (IEA) da Secretaria, na safra 2016/2017, a produção paulista de amendoim foi de 456 mil toneladas para 122 mil hectares; resultado do aumento de 15% nos volumes produzidos e de 10% na área plantada, assim como dos ganhos obtidos na produtividade.

Em 2017, o amendoim ocupou a 13ª posição do Valor da Produção Agropecuária (VPA) entre 53 produtos da agropecuária paulista, arrecadando R$ 845.346.261,90 em todo o Estado. Os municípios do Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Jaboticabal lideram este ranking, tendo o amendoim como o quarto principal produto na regional, com VPA de R$ 114,31 milhões. Além da regional de Jaboticabal, o amendoim está entre os cinco principais produtos nos EDRs de Catanduva, Tupã, Lins, Marília e Dracena.

Para o prefeito de Jaboticabal, o título marca uma sinergia maior do setor em torno do município, que é grande produtor de açúcar e álcool e que na entressafra da cana-de-açúcar, se tornou o maior produtor de amendoim do Brasil. “Esse reconhecimento contribuirá para recebermos fórum e conferências estaduais, nacionais e internacionais, e tenhamos participação no mercado de feiras, para aglutinar o setor produtivo de amendoim e atrair novas empresas”, explicou, afirmando que o trabalho conjunto com o setor produtivo será muito importante para consolidar o protagonismo. “Queremos fomentar a força da cidade para expandir ainda mais a atividade”, destacou Hori.

O presidente da Coplana, que teve papel fundamental na proposição do título, afirmou que o reconhecimento traduz também a pujança da cooperativa sediada em Jaboticabal e a importância do produtor como a base da agroindústria do amendoim. “Um quarto do amendoim de todo o Brasil está sendo produzido ou processado em Jaboticabal, o que consagra um título já merecido da cidade”, disse Rossato.

“Ao tornar Jaboticabal a capital do amendoim, que já é de fato, o maior polo do País, potencializamos novos negócios, agregando valor e incentivando que o Brasil se torne propulsor do desenvolvimento gerado pelo agronegócio”, destacou o deputado Marcos Vinholi.