NO CAMPO - Ações do governo Geraldo Alckmin apoiam a agricultura familiar paulista

O governador destacou o apoio à agricultura familiar e nos pequenos produtores que têm sido foco das iniciativas da Secretaria de Agricultura e Abastecimento
25/09/2017

O governo de Geraldo Alckmin tem o compromisso de fomentar o desenvolvimento rural do Estado com mais oportunidades no agronegócio, pesquisa e preservação dos recursos naturais, bem como de promover o bem-estar da agricultura familiar para melhorar a produtividade e atender às diversas demandas da atividade.

O governador destacou o apoio à agricultura familiar e nos pequenos produtores que têm sido foco das iniciativas da Secretaria de Agricultura e Abastecimento pois 80% da produção agropecuária e 60% dos alimentos que abastecem os lares são resultado do trabalho dos pequenos e médios agricultores. “A agricultura familiar é profissionalizada no Estado de São Paulo. Temos que privilegiar o trabalhador que acorda com o galo, sua a camisa, se arrisca, se sacrifica para gerar emprego, produzir alimento com qualidade para ajudar o Brasil”, destacou Alckmin.

O secretário de Agricultura, Arnaldo Jardim, afirmou que o agricultor familiar é pequeno na sua extensão, mas é grande, do ponto de vista da atividade, alcançando recordes de produtividade. “Trilhamos o caminho dos que não aceitam que a agricultura familiar seja entendida como uma coisa de amadores enquanto há um outro setor, a chamada agricultura empresarial, que trata ‘profissionalmente’ desta atividade”, disse.

 

Ações do Governo do Estado

 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura, operacionaliza por meio da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) as mais variadas linhas de crédito do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap) para criar oportunidades, e, assim, fazer com que a agricultura familiar continue a produzir com qualidade, garantindo o rendimento do produtor e de sua família.  “Há incentivos pelos programas Pró-Trator e o Pró-Implemento, que financiam equipamentos e implementos agrícolas também a juros zero”, disse Geraldo Alckmin.

Outro projeto é o Programa Paulista da Agricultura de Interesse Social (Ppais), iniciativa da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), ligada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, em parceria com a Pasta agrícola, que visa estimular a produção e garantir a comercialização dos produtos da agricultura familiar.

O Programa faz com que o Estado se torne o principal comprador dos produtos da agricultura familiar, permitindo a melhora da qualidade de vida dos pequenos produtores, garantindo igualdade de oportunidades e estímulo aos trabalhadores do campo.

O Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado é uma iniciativa do governo paulista, executada pela Secretaria de Agricultura, por intermédio da Cati, e pela Secretaria do Meio Ambiente, por meio da Coordenadoria de Biodiversidade e Recursos Naturais (CBRN) para promover o desenvolvimento rural sustentável e a competitividade agrícola paulista, com propostas que devem ser voltadas ao mercado consumidor e que visem o aumento das oportunidades de emprego e renda para os agricultores familiares.

“A extensão rural contribui para este desenvolvimento, pois faz a ligação do conhecimento com os produtores rurais, levando inovação e as melhores técnicas de produzir, fazendo com que todos possam melhorar sua atividade”, disse Arnaldo Jardim. (Com informações da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo)