Mutirões contra o Aedes aegypti recolhem 24 toneladas de possíveis criadouros em Sertãozinho

Mutirões contra o Aedes aegypti recolhem 24 toneladas de possíveis criadouros em Sertãozinho
06/11/2019

A Secretaria Municipal de Saúde já realizou dois mutirões contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya. Mais outras duas ações estão programadas para acontecerem nos dias 9 de novembro (nos bairros São João e Distrito Industrial Antigo) e 16 (em Cruz das Posses), das 7h às 13h.

De acordo com a Divisão de Controle de Vetores, no mutirão realizado no último sábado, 26 de outubro, foram visitados 3.468 imóveis nos bairros Jardim Paraíso 1 e 2. Desses, 2.319 foram vistoriados pelos agentes de controle de vetores e os 1.149 restantes estavam fechados na hora da visita. A ação envolveu 86 funcionários e encheu 7 caminhões, que carregaram o equivalente a 12 toneladas de resíduos que poderiam servir como criadouros potenciais do mosquito Aedes aegypti

Somado à ação do dia 19, nos bairros Vila Áurea Mendes Gimenez, Jardim Campo Alegre, Jardim Campo Belo e Jardim Porto Seguro, foram recolhidas 24 toneladas de inservíveis, distribuídas em 13 caminhões.

A estratégia da Secretaria Municipal de Saúde é trabalhar na prevenção antes do início da temporada mais intensa de chuvas. “A população deve se mobilizar na remoção de criadouros para evitarmos a transmissão da Dengue, Zika e Chikungunya nos meses chuvosos. Lembrando que em 2019, Sertãozinho registrou até o momento 1.355 casos de Dengue e 1 caso de Chikungunya”, finaliza o diretor da Divisão de Controle de Vetores, Juliano Mossin. (Departamento de Comunicação PMS)