ENTREVISTA ESPECIAL - Sertãozinho é a 14ª cidade mais segura no país para se viver

O secretário municipal de Segurança Pública, João Batista de Camargo Júnior
10/07/2018

O título deste texto é uma reprodução dos resultados do Atlas da Violência 2018 – estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública -, publicado recentemente pelo Governo Federal.

O levantamento mostra o município entre as 15 cidades menos violentas do Brasil, e endossa as estatísticas divulgadas mensalmente pela Secretaria de Estado de Segurança Pública, com quedas acentuadas em diversos delitos, em comparação com os mesmos períodos do ano passado.

O secretário municipal de Segurança Pública e Trânsito, João Batista de Camargo Júnior, comenta esses dados e aborda outros aspectos, na entrevista a seguir:

1 - Há cerca de duas semanas, Sertãozinho foi destaque na mídia nacional, devido à sua excelente colocação no Atlas da Violência 2018, ficando entre as 15 cidades mais seguras do país. Como o senhor avalia esta qualificação?

Secretário - Esse resultado extremamente significativo é consequência de todo um trabalho de equipe da nossa Administração, juntamente com as forças policiais. Em 2001, de acordo com as estatísticas oficiais, publicadas pela Secretaria Estadual de Segurança Pública, o nosso município registrou 31 homicídios, um dos piores índices de toda a sua história. Foi no ano que o nosso prefeito Zezinho Gimenez assumiu a administração pela 1ª vez. Desde essa época, o Poder Público municipal tem investido maciçamente em políticas públicas sociais, visando à inclusão social, bem como na prevenção primária, que é dever do munícipio dentro do contexto de segurança pública. Iluminação pública, pavimentação, limpeza urbana e fiscalização de alvarás de funcionamento de estabelecimentos comerciais são algumas das medidas efetivadas e que trouxeram resultados positivos na área. Além disso, cabe ressaltar que, a nossa Guarda Civil Municipal tem desenvolvido um trabalho de relevância, não só atuando em sua atribuição fundamental, que é a proteção ao patrimônio público, bem como auxiliando os órgãos policiais no combate ao crime e proteção à população.

Felizmente, a nossa cidade não possui áreas de pobreza extrema. Em todos os setores, o Poder Público se faz presente com os serviços essenciais e promovendo o bem-estar da população. Esse é o grande diferencial de nossa cidade, e que justifica esse resultado alcançado.

2 - Pelo terceiro mês consecutivo, a Secretaria de Segurança Pública do Estado divulga índices cada vez menores de vários delitos, em especial de roubos de veículos. O senhor acredita que o monitoramento em tempo real tem auxiliado nesse desempenho?

Secretário - Na realidade, atualmente, a tecnologia tem sido uma grande aliada, principalmente da segurança pública, uma vez que, racionaliza e propicia um realocamento dos recursos humanos e materiais. O nosso sistema de monitoramento está completando um ano de existência na área central, e tem apresentado resultados expressivos em termos de redução de criminalidade, principalmente, crimes contra a pessoa e contra o patrimônio.

É objetivo da Administração ampliar o monitoramento para outras áreas urbanas, de interesse na área de segurança pública, principalmente corredores e entradas do município.

3 - O senhor costuma mencionar que, a efetividade das ações na área de segurança pública depende da união de forças em várias esferas. O que tem feito este diferencial em Sertãozinho, em sua opinião?

Secretário - Esse tem sido outro grande diferencial em nossa cidade. As polícias e a Guarda Civil Municipal têm trabalhado em conjunto, num trabalho harmônico e de integração, nunca visto em nosso município. Há uma somatória de forças com um mesmo objetivo, que é o de proporcionar à nossa população mais segurança, aliada à diminuição dos índices criminais.

Desde que a Secretaria Municipal de Segurança Pública Municipal foi criada, todos os indicadores criminais têm diminuído seguidamente.

4 - O novo efetivo da GCM acaba de completar quatro meses em atividade. O que o senhor pode dizer do desempenho dos novos guardas?

Secretário - Temos acompanhado de perto o trabalho realizado por esses jovens profissionais e a impressão é a melhor possível. Tivemos o cuidado de escolher os melhores guardas para serem os seus supervisores e o resultado tem sido muito positivo. Estão muito motivados, preparados e demonstrando muito profissionalismo. Não acredito em coincidência, mas desde que estão trabalhando, verificamos os índices de criminalidade diminuindo cada vez mais. Nada acontece por acaso. Tudo é consequência de trabalho sério, integrado e focado em resultados.

5 - Na área de segurança pública, especificamente, há algum investimento previsto que o senhor possa antecipar?

Secretário - Estamos reformando toda a frota da Guarda Civil Municipal, bem como ampliamos, recentemente, o efetivo destinado à Ronda Rural, que era uma reivindicação dos moradores da área rural de nosso município. Há um projeto para criarmos um patrulhamento de monitoramento aéreo, por meio de drone, o qual ficaria atrelado a uma base de monitoramento móvel. Será um trabalho pioneiro em nossa região e, talvez, no Estado, e terá uma amplitude de atuação: desde o auxílio no patrulhamento rotineiro nos bairros, como também em grandes eventos, buscas de foragidos em ocorrências policiais, auxílio no monitoramento do trânsito, identificação de queimadas, etc. É uma iniciativa de excelente relação custo x benefício.