Entenda por que é tão importante castrar cachorros e gatos

Entenda por que é tão importante castrar cachorros e gatos
10/08/2020

Da Redação
Os veterinários são unânimes em afirmar que a castração é a única maneira ética e eficaz de controle de animais abandonados, além de prevenir diversas doenças em cães e gatos. Porém, o número de castração só não é maior porque, infelizmente, esbarra na falta de informação.
A castração é realizada com o animal em jejum, sob efeito de anestésico, o que torna o procedimento indolor. O veterinário, então, retira os órgãos reprodutivos (útero, ovários e tubas uterinas – em fêmeas; e testículos – em machos).
Ainda é comum existir a dúvida sobre o melhor momento para realizar a esterilização. O mais recomendável é castrar antes do primeiro cio para, assim, evitar problemas futuros. O que não significa que, caso esse cio já tenha acontecido, não exista mais vantagem em castrar.
A cirurgia pode ser feita a partir de 90 dias de idade nos cães e 60 dias nos gatos (previsto em lei). A castração, no entanto, nem sempre é indicada para animais com idade mais avançada. Neste caso, é recomendável passar o animalzinho por uma avaliação clínica.
A castração prematura diminui consideravelmente o risco de a cadela desenvolver tumores de mama, previne doenças sexualmente transmissíveis e doenças reprodutivas, como cistos ovarianos (em fêmeas), hiperplasia prostática (aumento da próstata em machos), além de excluir completamente a possibilidade de piometra (infecção no útero em fêmeas).
Tumores perianais, estimulados pela testosterona, também são raros em cães castrados entre 7 e 8 meses de idade.
Confira outros benefícios.
Evita a procriação e crias indesejadas
Não é exagero falar que, ao castrar um animal, você está salvando centenas ou milhares de outros, já que, na prática, você está impedindo que outros nasçam e acabem abandonados. Para ONGs e organizações que atuam na defesa dos direitos dos animais, castrar é uma medida emergencial das mais importantes para o controle populacional de animais de rua.
Melhora no comportamento
Além evitar novas crias e prevenir doenças, a esterilização ainda afasta alguns comportamentos indesejados pelos tutores. Aquele instinto do cão de fazer xixi em todos os cantos da casa para marcar território, por exemplo, tende a desaparecer. E quanto antes a castração acontecer, maiores as chances. Outro benefício da castração é que ela acaba com os latidos, uivos e miados excessivos que, geralmente, ocorrem por causa do cio.
Evita gravidez psicológica
É comum cadelas e gatas sofrerem de gravidez psicológica, algumas chegam até a produzir leite sem estarem prenhes. O problema, que também é resolvido com a castração, acontece por conta de todo o processo hormonal e pode causar a petrificação do leite e inflamação das mamas.
Diminui o risco de fugas
Cachorros e gatos castrados não têm interesse em sair de casa para buscar cadelas e gatas no cio. Dessa forma, os riscos de morrerem atropelados, envenenados ou simplesmente desaparecerem diminuem muito.
Previne brigas
Com a redução da produção de hormônios sexuais, os animais se tornam menos agitados e agressivos, o que ajuda muito a evitar brigas entre machos que vivem na mesma casa.
Evita propagação de doenças graves
Cães portadores de características prejudiciais ou doenças hereditárias, como hérnias em geral e luxação de patela, devem ser castrados para evitar a propagação do problema para outras gerações.
Aumenta a expectativa de vida
A castração, principalmente, se for feita no animal ainda filhote, aumenta consideravelmente a expectativa de vida dele. (Com informações do Catraca Livre)