DELATOR DA LAVA JATO - STF autoriza depoimento de Ricardo Pessoa no TRE-SP

O depoimento está marcado para a próxima terça-feira (14), na sede do TRE de São Paulo
15/07/2015

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou na última quinta-feira (9) o depoimento do empreiteiro Ricardo Pessoa na ação de investigação eleitoral proposta pelo PSDB contra a coligação da presidenta Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer, vencedora das eleições presidenciais de 2014.

A suspeita é que a campanha de releição de Dilma tenha sido financiada também com dinheiro sujo, roubado da Petrobras.

Pessoa já confirmou esses pagamentos ao Ministério Público Federal, no âmbito de um acordo de delação premiada. Confirmada a denúncia, Dilma está sujeita a perda do registro de sua candidatura e, consequentemente, a manda do atual mandato.

O depoimento está marcado para a próxima terça-feira (14), na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo.

A autorização foi solicitada pelo vice-presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes. O empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da construtora da UTC, é tido como o chefe do cartel de empresas que fraudaram licitações, definiram aquelas que seriam contratadas pela Petrobras e ainda corromperam políticos e autoridades do governo.

Em seu depoimento ao MPF, ele citou 18 pessoas que receberam recursos de sua empresa. O depoimento de Ricardo Pessoa foi autorizado em junho pelo ministro João Otávio de Noronha, corregedor eleitoral do TSE. (Diário do Poder)