CONSCIENTIZAÇÃO - Preservação de nascentes: conheça o importante trabalho que Sertãozinho desenvolve nesta área

Identificação da Nascente Modelo de Sertãozinho, localizada na Cohab 7. Preservar é um dever de todos!
11/06/2018

É incrível como pequenos olhos d’água podem dar vida a grandes rios! E é mais incrível ainda imaginar que, até o momento, Sertãozinho tem 52 nascentes catalogadas, que estão localizadas em diferentes pontos do município e do Distrito de Cruz das Posses; as quais abastecem lagos e rios, como o Mogi e o Pardo - importantes componentes da bacia hidrográfica da região.

A Administração Municipal, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, tem um trabalho contínuo para preservar esses locais, que são de extrema importância para a preservação ambiental, conforme explica a engenheira ambiental Bruna Aparecida Genari, chefe de seção de Projetos e Qualidade Ambiental da Prefeitura. “As estratégias de preservação das nascentes devem englobar pontos básicos, como controle da erosão do solo, por meio de estruturas físicas e barreiras vegetais de contenção; minimização de contaminação química e biológica, e evitar, ao máximo, as perdas de água através da transpiração das plantas”, comenta.

Outro ponto destacado pela profissional, é o trabalho intensivo na educação das crianças, para a preservação desses espaços. “Nós mantemos preservada uma das nossas nascentes nas dependências da EMEF ‘Profª Nair Teixeira Ortolan’, que exerce um papel educativo ainda mais contundente com as crianças do ensino municipal. Também temos um trabalho intensivo com a Nascente Modelo, que busca, além de preservá-la, utilizá-la como demonstração para que a população em geral tenha acesso e conheça os cuidados necessários para a manutenção desses verdadeiros tesouros”, pontua a engenheira Bruna.

Nascente Modelo... O que é?

A Nascente Modelo de Sertãozinho foi instituída no ano passado. Por se tratar de uma área de preservação, o local recebeu especial atenção, incluindo recuperação da nascente, com plantio de mudas arbóreas, implantação de cerca para evitar acesso de pessoas e animais, de modo a impedir a degradação do local. Essa nascente fica na Lagoa dos Cavalos, no Conjunto Habitacional “Lúcia Fabro Sverzut” (Cohab 7), ao fim do calçadão e próxima à histórica chaminé.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Carlos Alexandre Ribeiro Gomes, a Secretaria tem uma preocupação real em preservar todas as nascentes da cidade, e vem buscando parcerias com os proprietários das áreas onde elas estão localizadas. “Já existe uma legislação federal que determina os cuidados necessários com as nascentes em áreas privadas, e a Administração, por meio desta Secretaria, vem fazendo as tratativas com essas pessoas, para buscar melhores meios de, além de educá-las para a preservação, mostrar a importância deste bem, que se encontra nas terras delas”, explica.

É importante lembrar que toda a população pode ajudar na conservação destes locais, evitando a entrada de animais e, principalmente, as queimadas, que além de eliminarem a mata ciliar, empobrecem o solo, causando a diminuição da absorção da água da chuva, necessária para completar o ciclo da nascente.

Aqueles que quiserem denunciar qualquer atentado contra o meio ambiente, devem entrar em contato pelo telefone 3946-7800 ou 199 da Guarda Civil Municipal. (Departamento de Comunicação PMS)