CIDADÃO SERTANEZINHO II - Paulo Gallo recebe titulo de Cidadão Sertanezino

CIDADÃO SERTANEZINHO II - Paulo Gallo  recebe titulo de Cidadão Sertanezino
27/11/2018

Filho de Juliberto Gallo e Sylvia Helena Puccinelli Gallo, Paulo Roberto Gallo nasceu em 26 de Junho de 1962, na cidade de Ribeirão Preto, SP, e é irmão de José Eduardo Gallo, conhecido radialista de Sertãozinho.

Morador de nossa cidade desde o ano de 1974, Paulo é casado com Daniela Feracini Cardoso, com quem tem uma filha, Daniela Cardoso Gallo, com 12 anos de idade.

Paulo iniciou sua carreira profissional em 1977, aos quinze anos de idade, ingressando como aprendiz de eletricista na antiga Escolinha da Zanini. Após pouco mais de um ano, desligou-se da Escolinha para iniciar seus estudos como Técnico em Eletrônica na Escola Técnica ETEC “João Batista de Lima Figueiredo”, na cidade de Mococa, tendo ingressado naquela instituição classificando-se em quinto lugar em um vestibular do qual participaram mais de quinhentos candidatos.

Após formar-se em Eletrônica, Paulo ingressou na Smar Equipamentos Industriais, iniciando assim sua relação com o mercado de Automação Industrial, no qual se especializou e com o qual mantém relações por mais de 35 anos. Após um período de intensas atividades na Smar, transferiu-se para a Fertron Equipamentos Eletrônicos, atendendo convite de seus proprietários: Sebastião Fernandes Duarte e o falecido José Rubens Turini, com quem aprendeu os fundamentos da gestão financeira de uma empresa.

Ao longo dos anos, Paulo progrediu na hierarquia desta empresa, tornando-se um de seus diretores e sócio. Responsável pelo setor produtivo, além do setor de comércio exterior, levou a Fertron, na época, a ter presença em quase 20 países.

No início dos anos 2000, Paulo desliga-se da empresa e assume a diretoria executiva para a América Latina da Sociedade Internacional de Automação, organização que reunia, então, mais de 65.000 técnicos e engenheiros da área, em aproximadamente 70 países, em todos os continentes. Simultaneamente, com um grupo de amigos, foi um dos fundadores da Faculdade de Sertãozinho - a FASERT, a primeira instituição de ensino superior de nossa cidade, onde assumiu a função de Diretor Administrativo até sua venda para o Grupo Anhanguera.

Ainda no início dos anos 2000, fundou também a primeira empresa do Grupo Authomathika, instalando-a na antiga Incubadora de Empresas de Sertãozinho, de onde a empresa se expandiu para diversas unidades, e onde permaneceu até 2012, quando se desligou da sociedade para um período sabático durante 2013.

Em 2014 adquiriu parte da empresa Servserth Automação Industrial, da qual se mantém sócio até os dias atuais, obtendo um crescimento contínuo da empresa mesmo em meio à forte recessão econômica experimentada.

Sempre convidado pela Administração Zezinho Gimenez e Niltinho, ao longo de seus mais de trinta e cinco anos de atividade profissional, Paulo foi palestrante técnico e institucional em dezenas de oportunidades, tendo apresentado trabalhos em vários estados brasileiros, além de ter sido palestrante em congressos e seminários em diversos países, tais como Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, México, Panamá, Argentina, Colômbia, Bolívia e Bélgica, aproveitando o fato de ser fluente nos idiomas Inglês e Espanhol, os quais aprendeu de forma autodidata.

Em 2016 defendeu a indústria nacional em apresentação para cerca de 150 investidores internacionais em um evento empresarial em Londres, representando o CEISE-BR, que resultou em diversos negócios para empresas brasileiras em mercados na América Latina e no Continente Africano.

Sua atuação profissional resultou em alguns prêmios e reconhecimentos, dentre os quais se destacam o Prêmio de “Profissional do Ano”, concedido em 2001 pela Associação dos Profissionais de Eletroeletrônica do Estado de Alagoas (APREL), pela sua contribuição ao desenvolvimento de tecnologias industriais para usinas de açúcar e etanol naquele estado; Prêmio “Líder Empresarial do Ano” dentre as indústrias de base do setor sucroenergético, concedido em 2011 pela Revista Visão do Agronegócio; Prêmio “Os mais influentes do Setor Sucroenergético” de 2016, concedido pela Master Cana Brasil, editora do Jornal Cana, dentre outras menções de honra e certificados de mérito, tais como uma menção de honra emitida pela extinta Ordem dos Parlamentares do Brasil, fundada pelo falecido Deputado Federal Ulysses Guimarães.

Paulo Roberto Gallo é um fervoroso defensor da necessidade de engajamento em atividades institucionais voluntárias, que permitam ações que possam reverter em benefícios para a sociedade como um todo, e tem se dedicado a diversos projetos voluntários por meio de entidades empresariais e assistenciais. Em 1996, Paulo candidatou-se a um programa de intercâmbio de estudos profissionais promovido pela Fundação Rotária, do Rotary Internacional e foi selecionado, dentre quase trezentos profissionais liberais do interior do Estado de São Paulo, a ser um dos quatro integrantes de uma missão de estudos que ocorreu, durante quarenta dias, em cidades localizadas no Noroeste dos Estados Unidos e Sudoeste do Canadá, onde teve a oportunidade de dissertar para mais de 500 pessoas sobre os bons aspectos do Brasil e, em especial, de nossa região.

Após o retorno desta viagem, Paulo ingressou como membro do Rotary Club de Sertãozinho, do qual foi seu Presidente no ano rotário 1997-1998. Anos antes, Paulo, durante a juventude, havia sido membro e também presidente do Interact Clube de Mococa, período em que adquiriu grande admiração pelas atividades rotárias. Paulo detém o título de “Companheiro Paul Harris” concedido pela Fundação Rotária Internacional. Ainda nos anos 90, tornou-se membro da Loja Maçônica Amadeu Amaral em Sertãozinho, da qual se mantém licenciado em função das constantes atividades profissionais. Paulo foi ainda sócio fundador da Seção Sertãozinho da Sociedade Internacional de Automação, entidade que organiza, até os dias de hoje, diversas ações de cunho tecnológico em Sertãozinho.

Por duas ocasiões, foi Presidente do Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis, o CEISE-BR, organização voltada ao desenvolvimento da indústria de base e ao setor sucroenergético.

Foi também membro do Conselho Industrial Estadual do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, além de diretor adjunto na Diretoria Regional do CIESP em Sertãozinho por duas gestões.

Ao longo dos anos, apoiado pelas entidades de classe às quais ainda hoje se mantém ligado, Paulo idealizou ações como o Fórum Nacional sobre o Setor Sucroenergético, realizado durante vários anos em Sertãozinho por ocasião da abertura da FENASUCRO & AGROCANA; criou o Programa “Sertãozinho Faz”, com o objetivo de divulgar o parque industrial da cidade para os mais diversos setores econômicos no Brasil e no Exterior; instituiu ainda diversas ações de base tecnológica visando o desenvolvimento de novas técnicas produtivas pelas indústrias da cidade, e teve uma intensa atuação junto a um competente grupo de trabalho, na implantação e expansão do que atualmente é o Campus Sertãozinho do IFSP – Instituto Federal de São Paulo.

Mais recentemente, Paulo foi um ativo participante das ações e negociações junto ao Governo Federal que culminaram com a criação do Programa Nacional de Biocombustíveis, o RENOVABIO, que deverá ser um divisor de águas no setor, recuperando fortemente a atividade econômica em toda a cadeia produtiva da cana de açúcar já a partir de 2019.

Dentre estas ações institucionais, Paulo também tem participação ativa no Conselho Consultivo Externo da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, Campus Ribeirão Preto, e é também membro do Conselho Consultivo do Instituto Federal de São Paulo, Campus Sertãozinho.

Em decorrência de suas atividades empresariais, Paulo contabiliza mais de 1.500 postos de trabalho de alto padrão gerados ao longo dos anos na cidade de Sertãozinho, e ainda tendo contribuído com a geração de consideráveis volumes de impostos aqui recolhidos. Um de seus grandes orgulhos é o fato de poder manter uma excelente e cordial relação com todos os que, em algum momento, trabalharam com ele. Uma de suas principais crenças está no fato de que o maior patrimônio de qualquer empresa ou instituição são as pessoas que a constroem diariamente e que uma das grandes missões do empreendedor é buscar sempre a melhoria pessoal e profissional de seus colaboradores.

No âmbito social, Paulo fez parte (e ocasionalmente ainda atua) de forma voluntária nos Conselhos de Administração do SESI e do SENAI em Sertãozinho, tendo estado profundamente envolvido com a implantação, ainda nos anos 90, do Programa Atleta do Futuro, parceria vitoriosa entre o SESI e a Prefeitura Municipal de Sertãozinho, que atende anualmente a mais de mil crianças e adolescentes em Sertãozinho e no Distrito de Cruz das Posses. Além de palestrante, Paulo é autor de dezenas de artigos publicados em revistas, jornais e site de internet, discorrendo sobre assuntos técnicos (em especial na área de automação industrial), assuntos econômicos, administrativos e de política empresarial.

No âmbito pessoal, Paulo é radioamador licenciado, e, por meio de sua estação, já fez contato pelas ondas de rádio com mais de 200 países em todos os continentes, falando com outros radioamadores em lugares tão distintos como bases de pesquisa no Continente Antártico (próximas ao Polo Sul), e com a Estação Espacial Internacional, que frequentemente tem radioamadores dentre seus astronautas tripulantes.

Seus outros hobbies são a música e a leitura.

(TEXTO RETIRADO DA MOÇÃO)

“O titulo de Cidadão Sertanezino é um reconhecimento pelos trabalhos realizado em nossa cidade, e um orgulho de nós sertanezinos de ter vocês aqui trabalhando para o bem da nossa cidade” Neli Tonielo