Cerca 30 toneladas de resíduos são recolhidas no 3º Mutirão Regional de Combate ao Aedes aegypti

Durante o mutirão, agentes recolheram mais de 30 toneladas, em cerca de 12 mil casas, de objetos que serviriam de possíveis criadouros do Aedes aegypti
05/02/2018

Foram cerca de 12 mil residências visitadas, na manhã do último sábado, dia 27 de janeiro, na região que vai da Cohab 4 até o Jardim Águas do Engenho, durante o 3º Mutirão Regional de Combate ao Aedes aegypti. A ação foi uma iniciativa da EPTV e contou com respaldo da Prefeitura de Sertãozinho, por meio de diversas secretarias, em especial a de Saúde, e do Núcleo de Controle de Vetores.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Controle de Vetores, Juliano Mossin, a ação foi muito proveitosa e complementa todo um trabalho contínuo que a cidade vem promovendo. “Essas ações são importantes para que a população colabore com a eliminação dos criadouros deste mosquito, que transmite tantas doenças. Nós estamos muito satisfeitos, pois foram mais de 30 toneladas de objetos recolhidas, que poderiam servir de criadouro do Aedes aegypti. Isso mostra que a população está atenta”, afirmou Mossin.

Ainda de acordo com Mossin, no final do ano passado, foram realizados quatro mutirões em diversos bairros da cidade, que recolheram 84 toneladas de resíduos, que também poderiam servir como criadouros potenciais do mosquito.

A ação foi realizada, paralelamente, em mais de 300 cidades da região de Ribeirão Preto. (Assessoria de Comunicação)