Central de Monitoramento reduz índices de criminalidade em Sertãozinho

Câmeras instaladas no Centro da cidade ajudam na ação da GCM contra o crime em Sertãozinho
27/11/2018

É o que apontou levantamento divulgado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública no último dia 16

O Município de Sertãozinho está celebrando os primeiros resultados positivos de um importante investimento, realizado há pouco mais de um ano na região central da cidade.

De acordo com levantamento divulgado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública, no último dia 16, a cidade registrou quedas consideráveis na somatória de furtos e roubos gerais e furtos e roubos de veículos, comparando-se o segundo semestre de 2016 (antes dos investimentos na Central de Monitoramento) e o mesmo período de 2017; a queda no número de indicadores criminais foi de 26,1% (redução de 1.214 para 898 ocorrências).

Para contextualizar o feito, é preciso relembrar que, em julho de 2017, foram instaladas sete câmeras na região central da cidade, além de quatro já existentes. Com o investimento na modernização do sistema de videomonitoramento, as câmeras passaram a funcionar através de cabos de fibra ótica, o que aperfeiçoou a qualidade da transmissão das imagens e reduziu a incidência de problemas técnicos. “A transmissão das imagens era via rádio, um sistema já bastante obsoleto, pois era exposto a interferências meteorológicas. E isso prejudicava a qualidade e a captação das imagens com constantes interrupções”, explica João Batista de Camargo Júnior, secretário municipal de Segurança Pública e Trânsito.

Distribuídas em pontos estratégicos, as 11 câmeras estão sendo cruciais na redução de roubos e furtos, inclusive de veículos. A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo também divulgou dados que mostram o desempenho dos índices no terceiro trimestre dos anos de 2016, 2017 e 2018: de julho a setembro de 2016, foram 645 delitos. No mesmo período de 2017, o número caiu para 497, e no terceiro trimestre de 2018 para 387 - uma redução de 40% nos últimos dois anos.

A Central de Monitoramento conta com câmeras de alta definição, do tipo speed dome, capazes de girar 360 graus. “As imagens são coloridas e cada câmera alcança um zoom de até 300 metros, podendo identificar placas de veículos e até pessoas”, explica Camargo.

O sucesso do trabalho de monitoramento conta com um fator importante: a ação rápida da GCM. “As câmeras são monitoradas durante as 24 horas do dia, por profissionais treinados, guardas civis que, em caso de comportamento suspeito, acionam as viaturas da região para efetuar abordagens ou prisões”, completa Camargo. (Departamento de Comunicação PMS)