Campanha Outubro Rosa faz alerta sobre prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama

Campanha Outubro Rosa faz alerta sobre prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama
07/10/2019

O mês de outubro é anualmente dedicado ao compartilhamento de informações e conscientização sobre o câncer de mama, além de viabilizar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade dessa doença. É o Outubro Rosa.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que no mundo ocorram mais de 1 milhão de casos de câncer de mama por ano. É o tipo de câncer que mais incide sobre a população feminina e, também, a maior causa de morte por câncer entre as mulheres, inclusive no Brasil (de acordo com dados do INCA – Instituto Nacional de Câncer).

O câncer de mama é uma doença que depende de uma complexa combinação de fatores para se manifestar. A predisposição genética representa apenas de 5% a 10% das incidências, mas serve como alerta. O principal fator de risco é mesmo a idade, e é maior em alguns grupos de mulheres a partir dos 35 anos.

As mulheres que têm entre 50 e 70 anos são as mais propensas, por isso as políticas de rastreamento, baseadas nas recomendações da OMS, são prioritariamente focadas nessa faixa etária.

            Aproveitando a campanha do Outubro Rosa, todas as unidades de saúde de Sertãozinho irão intensificar as ações de orientação à população. “Nossos profissionais são orientados a conversar com as pacientes nas salas de espera, informando sobre a importância do autoexame mensal”, declara a secretária de Saúde, Angélica Lazarini. Ela ressalta também que, mulheres a partir dos 40 anos, com histórico positivo de câncer de mama na família, devem consultar seu médico sobre a necessidade de realizar a mamografia; e aquelas a partir dos 50 anos de idade, sem sintomas nem histórico familiar da doença, devem fazer esse exame a cada dois anos.

Para solicitar a mamografia, as pacientes devem primeiro passar por um ginecologista, o qual irá avaliar a necessidade da realização do exame. Caso haja, o médico preenche uma guia que é entregue na administração da unidade, que a encaminhará para a Central de Regulação, a qual fará o agendamento e avisará a paciente. O processo leva, em média, 20 dias após a solicitação do exame.

Além disso, Sertãozinho, através da Secretaria Estadual de Saúde, faz parte do Programa “Mulheres de Peito”. Através dele, toda cidadã, a partir de 50 anos, pode agendar sua mamografia gratuitamente, sem necessidade de encaminhamento médico, no mês de seu aniversário, através do telefone gratuito: 0800 779 0000.

Entre os meses de janeiro e agosto deste ano, a Secretaria Municipal de Saúde autorizou a realização de 4.626 mamografias para as mulheres atendidas pelo SUS, as quais foram realizadas em clínicas particulares conveniadas ao Município - uma média de 578 exames realizados por mês.

Durante o Outubro Rosa, a Secretaria de Saúde vai realizar também palestras informativas. A primeira acontecerá dia 11 de outubro, às 8h30, em Cruz das Posses, na Biblioteca “Profª Sônia Regina Mossin Garcia”, e será ministrada pela enfermeira Marina Carandina. Essa ação é aberta a mulheres de todas as idades e não é necessário fazer inscrições. A outra palestra vai acontecer dia 23 de outubro, às 8h, na USF “Dr. Luiz Albanez Neto” (Jardim Helena), e será ministrada pela enfermeira Jaqueline Vilas Boas Olímpio. Ao todo, serão 25 vagas destinadas a mulheres de 50 a 69 anos, que podem fazer suas inscrições diretamente com as agentes comunitárias de saúde da unidade. (Departamento de Comunicação PMS)