Dra Rita apresenta a história de duas crianças que necessitam de ajuda

 Dra Rita apresenta a história de duas crianças que necessitam de ajuda
30/10/2019

Essa semana a apresentadora Rita Tonielo, a Dra Rita apresentou dois casos de crianças que necessitam da ajuda da comunidade. O primeiro deles é do pequeno João Vitor. Morador da vizinha cidade de Dumont, a criança descobriu que tem leucemia, uma doença progressiva que se caracteriza pela proliferação descontrolada de cânceres que atingem os glóbulos brancos do sangue, comprometendo o sistema de defesa do organismo.

Por conta disso, pacientes que têm a doença perdem, temporariamente, a capacidade de produzir as células do sangue, devido aos tratamentos, ou, pela própria doença e é muito comum precisarem de uma transfusão sanguínea.

No caso de João Vitor, a mãe Solange revelou durante entrevista a Dra Rita que descobriu a doença ao levar o filho para um exame de rotina.

"Fui levar ele no cardiologista. Ele percebeu que nos exames ele estava com anemia aguda já com as plaquetas baixas. Eu levei meu filho na emergência. Chegando lá eles acharam que era até dengue. Fizeram os exames da dengue e não deu. Depois eles foram fazer o exame da leucemia e foi uma surpresa para todo mundo, porque ele faz exame todo mês ninguém nunca imaginava", revelou a mãe de João.

Ainda de acordo com Solange, a descoberta ainda no início da doença ajudou para que o tratamento começasse o mais rápido possível, pois a leucemia pode se espalhar rapidamente. Em muitos casos, a demora no diagnóstico pode aumentar a resistência da doença no organismo, o que leva o paciente a morte.  "O médico falou que a leucemia se espalha muito rápido. No João Vitor, graças a Deus, só estava na medula porque tinha descoberto muito rápido", explica. "Ele falou que em até 60 dias você acaba perdendo seu filho, muitas vezes até por descuido", finaliza Solange.

"Fica aqui o meu chamado a você que está bem de saúde, doe sangue, tem o Banco de Sangue em Sertãozinho, o Hemocentro em Ribeirão Preto, ajude", alertou a Dra Rita que ainda cobrou mais atenção dos pais que demoram, em muitos casos, não levam seus filhos em consultas de rotina.

"Sempre leve seu filho ao pediatra. Você que tem criança pequena em casa, presta atenção, porque depois que acontece é difícil reparar", finalizou a apresentadora.

 

#MIGUEL

 

Outra história apresentada por Rita Tonielo é a do Miguel. O menino de 4 anos ficou com sequelas após engasgar com uma bolinha de desodorante roll on. A criança ficou internada por 29 dias na Santa Casa de Sertãozinho. O engasgamento aconteceu no dia 26 de agosto, como contou a mãe Denise.

"Ele achou uma bolinha transparente e estava brincando com meu outro filho. Eu falei para ele jogar fora, ele fingiu que jogou. Quando fui lavar louça, na hora que eu olhei, ele estava perdendo o ar, com os olhos arregalados e com a mão na boca tentando tirar a bolinha. Foi desesperador. Eu o virei de cabeça para baixo, bati em suas costas não saiu. Sai na rua pedindo ajuda, um rapaz passou de carro e nos levou a UPA, mas ele já chegou desfalecido", explica a mãe.

Miguel, por conta do acidente, não se move. Depende dos cuidados da mãe, que abandonou o emprego para cuidar do filho que agora depende de alimentação líquida, fraldas e leite especial. Doações podem ser feitas através do telefone (16) 98810-2490.